sexta-feira, 30 de maio de 2014

UM RIO DE JANEIRO DO PASSADO...

TENTE IDENTIFICAR OS CARROS E OS LUGARES:
video



AOS AMIGOS CARIOCAS. Reparem a confusão de carros indo e vindo no meio dos bondes. Mas não batiam.

No vídeo, além do bonde, protagonista principal, podemos contemplar carros e os antigos lotações, um dos principais meios de transporte nos anos 50.

Como fundo musical, há 4 antigas joias , a saber:

1ª) Fita Amarela, de Noel Rosa, na voz de Aracy de Almeida;
2ª) Feitio de Oração, de Noel Rosa, com Francisco Alves e Castro Barbosa;
3ª) Conversa de Samba, de Denis Brian e Oswaldo Guilherme, na voz de Aracy de Almeida;
4ª) O Orvalho Vem Caindo, de Noel Rosa, ao que me parece na voz do próprio autor.
Um bom exercício de memória é tentar identificar os locais mostrados no vídeo. Alguns deles dispensam apresentação, como a Avenida Presidente Vargas com a Igreja da Candelária ao fundo, o prédio da Central do Brasil e os Arcos da Lapa. Tomando como referência a cronologia do vídeo, “reconheci” alguns dos pontos (os quais podem não estar corretos), a saber:
- 0:37 min – A amurada da Glória, na Av. Augusto Severo;
- 0:50 min – Av. Beira Mar, no Flamengo (obviamente, antes da criação do Aterro do Flamengo);
- 1:14 min – Av. Edison Passos, no Alto da Boa Vista;
- 1:39 min – A amurada da Glória, na Av. Augusto Severo;
- 1:53 min – Av. Lauro Sodré, em Botafogo, na direção do Túnel Novo, com destaque para a Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, ao lado do atual Rio Sul Shopping;
- 2:11min – Parece-me ser o contorno do Morro da Viúva, na Av. Rui Barbosa;
- 2:45 min – Av. Augusto Severo entre o Passeio Público e a Praça Paris;
- 2:56 min – Chegando à Cinelândia, na esquina da Rua Senador Dantas, com destaque para o antigo prédio do Hotel Serrador;
- 3:07 min – Av. Lauro Sodré, em Botafogo, próximo ao Túnel Novo, em direção a Copacabana;
- 3:15 min – Antiga Estr. Vicente de Carvalho (atual avenida de igual nome), próximo ao Largo de Vaz Lobo;
- 3:20 min – Bonde 97 – Madureira – Penha, em dia de Carnaval (percebe-se pelo cidadão vestido com um bolero). Quando garoto, morando em Madureira, muitas vezes moí vidro em seus trilhos para fazer cerol para a linha de pipas (pião, tremedeira, pipa modelo e arraia);
- 3:25 min – Bonde vindo pela Estr. Vicente de Carvalho, dobrando à esquerda na antiga Estr. Marechal Rangel (atual Av. Ministro Edgar Romero) no Largo de Vaz Lobo;
- 3:38 min – Largo da Glória (podemos vislumbrar o seu tradicional relógio, até hoje existente no local;
- 4:07 min – O famoso bonde 56 – Alegria que ligava a Praça Tiradentes à antiga Rua da Alegria, atual Rua Prefeito Olímpio de Melo.

Um comentário:

EMANUEL ZVEIBIL disse...

Apesar de paulista, eu ia muito a Rio. Belas reminiscencias de uma bela época que não volta mais, nunca mais.