sábado, 20 de dezembro de 2014

PARA QUEM GOSTA DE CONFORTO...




A resposta da Cadillac ao Range Rover tem um V8 de 6,2 litros: 420 cv, 65 kgf de torque, pesa 2.645 kg. Vai de zero a cem por hora em seis segundos e fecha 250 km/h. o consumo do motor flex, que pode usar o álcool brasileiro com um pouco - 15% de gasolina misturada, como é nos Estados Unidos, bebe 6 por um na cidade e 9 por litro na estrada com a caixa looonga de seis marchas e tração nas quatro rodas.
Deve precisar de um curso de seis meses ou ser um computer nerd para operar as dezenas de botões e o som que faz e acontece. O tamanho é o de uma Veraneio longa mas o testador diz que ela confortável mesmo com pneus 24" e série 30. Deve sair no Brasil por uns 550 mil reais...A barca voadora! Abaixo uma versão de acabamento da Lexani, ainda mais sofistiaada..

CB750 CAFE RACER

Esta moto foi completamente fabricada por uma pequena empresa da Caalif[ornia chamada Freccia. O quadro foi feito inteiro pelo autor Mike LaFountaain, resolvendo o grande problema - me lembro bem - de flexão sob pressão. O motor tem 836 cm³, um comando bravo e carburadores Keihin CR. uma verdadeira obra de arte para enfrentar os canyons da área de Los Angeles. Esta matéria é para machucar os corações nostálgicos das motos dos anos 70 com essa carenagem bikini de alumínio...









sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

NOVA ARMA DA GESTAPO RODOVIÁRIA...

sAIU NO "DIA" Rio -  Uma pistola-radar capaz de capturar imagens a 220 metros de distância é a nova arma usada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) para coibir irregularidades e aumentar a segurança no trânsito das rodovias do estado do Rio de Janeiro. É o Radar Trucam, um equipamento eletrônico móvel com sensor a laser. Em formato de um revólver, o equipamento identifica imagens de até três tipos de veículos — motos, carros, ônibus e caminhões — por segundo
Policial usa pistola na RJ-104, em São Gonçalo. A maioria fica em rodovias na direção da Região dos Lagos | Foto: Paulo Araújo / Agência O Dia
Formado por mira a laser, medidor de velocidade, câmera de vídeo digital e gravador de imagens, o radar tem capacidade de fazer até 30 autuações por minuto.
Só em maio deste ano, 1.119 multas foram aplicadas nas estradas estaduais pela Trucam. E outras 694, pelos patrulheiros rodoviários apenas com o talão de infração eletrônico.
Ao todo são 10 equipamentos disponibilizados pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DRE-RJ) ao BPRv. Desde que adotou a pistola, em dezembro, e com uso intensivo a partir de abril, o batalhão registrou redução de acidentes. A maioria é provocada por excesso de velocidade e tráfego pelo acostamento.

Excesso de velocidade é a infração mais cometida e que mais causa acidentes. Em via engarrafada, programamos a pistola para flagrar veículo no acostamento. Se há menos carros, verificamos velocidade”, explica o tenente-coronel Oderley Souza, comandante do BPRv. Segundo ele, o uso da pistola inibe quem costuma burlar as leis de trânsito. “Ao avistar um agente com a pistola, o condutor evitará a irregularidade. Não queremos multar, mas prevenir acidentes”, afirmou.
Infrações dobraram em um mês
Desde dezembro do ano passado, os 660 policiais rodoviários do estado estão sendo treinados para utilizar a pistola-radar. Segundo o BPRv, o uso do novo equipamento se intensificou a partir de abril, quando 606 multas por excesso de velocidade e tráfego pelo acostamento — infrações gravíssimas — foram aplicadas. Em maio, o número quase dobrou: 1.119.
Quem dirigir pelo acostamento será multado em R$ 574,61. O valor é o mesmo para ocondutor que estiver acima da velocidade permitida.
Redução de acidentes
Das 10 pistolas em uso, sete ficam posicionadas em rodovias estaduais que levam à Região dos Lagos, por conta do maior número de acidentes. Segundo o BPRv, no feriado da Semana Santa, em abril, houve redução de 34,57% no número de acidentes em relação ao mesmo período de 2011. No de Corpus Christi, em junho, a redução foi de 24,27 %.

O CHEVROLET 1960 DO CHE GUEVARA

O REVOLUCIONÁRIO QUE TINHA UM CARRO DO ANO DA REVOLUÇÃO, TALVEZ UM DOS DERRADEIROS A ENTRAR EM CUBA:

FOI POSTO PARRA ANDAR EM 1'995 COM O ESTÍMULO DE JEREMY CLARKSON E SSEU PROGRAMA DA ÉPOCA. ERA UM V8 COM POWERGLIDE.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

APRENDER COM A FORMULA 1'

Por Fernando Calmon

Afinal o que as corridas de F-1 e, especificamente, seus carros podem trazer de vantagens e conquistas para o motorista em ruas e estradas? Há controvérsias sobre isso, mas o regulamento atual da categoria máxima do automobilismo introduziu conceitos de eficiência energética bastante severos que podem perfeitamente migrar, com as devidas adaptações, para os automóveis comuns.
Existem, porém, pontos menos visíveis que merecem análise mais meticulosa. Este ano já se sabe que os monopostos Mercedes-Benz AMG Petronas não tiveram adversários na competição. Foi um passeio poucas vezes visto na categoria em razão da superioridade técnica do seu motor em particular.
A empresa alemã aceitou o desafio de demonstrar que, sim, há transferência de tecnologia das pistas para as ruas. Mais do que isso, a F-1 é um imenso laboratório de testes que ajuda e acelera o desenvolvimento de novas soluções. Para se ter ideia da rápida evolução basta o exemplo do KERS, sistema de recuperação de energia cinética. Em 2007 ele pesava 107 kg e sua eficiência era de apenas 39%. Apenas cinco anos depois o peso caiu para 24 kg e a eficiência foi a 80%, o que permitiu adaptá-lo à versão elétrica do Mercedes AMG SLS.

ALTA RODA COM FERNANDO CALMON




Alta Roda nº 815 — Fernando Calmon — 16/12/14






BARATO QUE NÃO SAI CARO









Ao apagar das luzes de 2014 surgem boas notícias em relação à segurança veicular e equipamentos obrigatórios para veículos de duas rodas. Afinal, o Brasil tem uma frota de motocicletas e motonetas (scooters) de cerca de 14 milhões de unidades, segundo estudos que levam em conta sucateamento natural (sem baixa oficial), acidentes, roubos e furtos. Como expõe mais o condutor a riscos do que um veículo fechado, além dos conhecidos problemas de má habilitação, abusos no trânsito e pavimentação esburacada, qualquer avanço em segurança ativa só pode ser muito bem-vinda.
A exemplo dos automóveis, as motos acima de 300 cm³ de cilindrada fabricadas ou comercializadas no País terão que vir de série com freios antitravamento (ABS). O cronograma começa em 1º de janeiro de 2016 (10% do total) e termina em 1º de janeiro de 2019. ABS será opcional em modelos abaixo de 300 cm³, mas todas deverão ter ao menos o CBS (em inglês, Sistema Combinado de Freios), recurso de relação preço-benefício bastante adequado, pois aciona juntos os freios traseiro e dianteiro, este parcialmente.

BMW NINE T







A nova BMW R Ninet  foi lançada em comemoração dos 9- anos da BME Motorrad irradiando purismo e potencia sem disfarces, na cara que é uma moto feita para ser rápida nos moldes de uma cafe racer. O motor Boxer habilmente integrado com seu caráter de um milhão de km e um design reminiscente de várias eras de motocicletas com a ultima palavra em tecnologia ( não fosse ela BMW...). Seu desenho modular oferece muito espaço para personalização. Estritamente reduzida ao essencial, a NineT é ainda mais atraente por seu jeitão de customizada a mão.
O inimitável so, grave e encorpado do Boxer vem de 1.170 cm³, refrigerado a ar, que produz\z 110 cv a 7.750 RPM e 121 kg. o que é uma faixa -util bem larga apesar da alta potencia. uma bela moto com tudo de moderno mas um design que evita o visual Jaspion...