sábado, 31 de dezembro de 2011

SEXTA-FEIRA É DIA DE BLUES...NUNO MINDELIS







IPVA 2012 EM QUALQUER BANCO...


 


IPVA 2012: secretaria divulga calendário de pagamento(tabela em anexo)

A Secretaria estadual de Fazendo do Rio liberou o calendário de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O valor do imposto é parcelado em três vezes, mas quem optar pelo pagamento integral terá um desconto de 10%. A tabela com os valores do IPVA, no entanto, ainda não foi divulgada.

Pagamento em qualquer banco

O pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) vai ficar mais fácil. O Bradesco, que vai passar a administrar o recebimento do tributo a partir do próximo ano, vai permitir que os motoristas quitem o imposto em qualquer banco. A novidade já vai valer para o IPVA de 2012, bem como para o pagamento de multas e de servços prestados pelo Detran-RJ, como a renovação da carteira de habilitação.

Não deverá haver grandes alterações no procedimento para retirar a guia de pagamento. O documento poderá ser obtido nos caixas eletrônicos do Bradesco ou nos sites do banco (www.bradesco.com.br) e da Secretaria estadual de Fazenda (www.fazenda.rj.gov.br). A única diferença é na instituição bancária: sai o Itaú e entra o Bradesco.

Os clientes do último banco poderão quitar o IPVA direto no caixa eletrônico ou por meio de débito automático, que poderá ser programado para a data do vencimento do imposto.

Além de ficar mais fácil, o pagamento do IPVA vai ficar mais barato. Isso porque o Bradesco anunciou que vai deixar de cobrar a taxa de serviço de R$ 2,98, cobrada atualmente. A mudança no banco de recebimento do IPVA vai acontecer porque, em maio deste ano, o Bradesco comprou a folha de pagamento dos servidores estaduais, o que deu a ele o direito de aceitar o pagamento do IPVA. O contrato assinado entre o Bradesco e o governo do estado terá validade de três anos.

A possibilidade de pagamento em qualquer banco poderá chegar também à Taxa de Incêndio. Por enquanto, a exclusividade é do Bradesco a partir de 2012, mas há a chance desse recebimento ser aceito por outros bancos. Isso ainda depende de convênios entre o Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom), que administra os recursos da taxa, e outras instituições bancárias.

Leia mais:

http://extra.globo.com/noticias/economia/ipva-2012-secretaria-divulga-calendario-de-pagamento-3437768.html#ixzz1h5vj8SB2

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

ALTA RODA N° 661 — FERNANDO CALMON — 27/12/11





Alta Roda nº 661 — Fernando Calmon — 27/12/11







CARROS DE REPRESENTAÇÃO







Em 2011 se comemoram os 125 anos do surgimento dos primeiros automóveis patenteados. Algumas tentativas de criar um veículo com propulsão própria foram feitas antes de 1886. Ideias anteriores não se tornaram viáveis. A história reserva a primazia a dois pioneiros – Karl Benz e Gottlieb Daimler – que no mesmo ano, em cidades diferentes da Alemanha, de forma independente, patentearam um triciclo e um quadriciclo, respectivamente.

Naquela época, as comunicações não eram tão boas e os dois empresários nunca se conheceram pessoalmente, apesar de concorrentes. Daimler morreu em 1900. Mas, as duas empresas – Benz & Cie. e Daimler-Motoren-Gesellschaft – acabaram se fundindo, em 1926, sob o nome Daimler-Benz. A marca Mercedes surgiu em 1901, quando o influente homem de negócios austríaco Emil Jellinek, sugeriu que um dos modelos Daimler, modificados para competição, recebesse o nome de sua filha de dez anos.

A nova marca logo criou vínculos aos incipientes veículos de representação. Esses modelos começaram a aparecer no início do século XX, mas não despertaram a atenção de reis e nobres. Um exemplo foi o czar russo Nicolau, entusiasmado por cavalgar, que valorizava os velhos costumes, sem atenção aos automóveis. O imperador alemão, Wilhelm II, mostrava atitude semelhante.


quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

DE CARRO POR AÍ COM O NASSER





edita@rnasser.com.br Fax: 55.61.3225.5511 Coluna 5211 28.dez.2011

2011, o inescapável balanço

Há poucas coisas mais chatas que balanços do fim do ano e projeções para o próximo. Sempre há esperança que a análise dos fatos gere conclusões, e estas possam, de alguma forma, ajudar nos contornos da atividade. Aqui ledo engano, talvez porque o governo não veja a indústria automobilística e sua enorme cadeia produtiva, como parcelas da atividade desenvolvimentista. Gosta do fabricar porque recolhe os maiores impostos de país produtor, pune proprietários com os maiores percentuais de taxas, é tremendo gerador de empregos, bem-estar, benefícios, impostos em sua larga sequência. Se o servente da fábrica de parafusos comprar um penico, o governo ganhará em toda a cadeia: sobre o parafuso, sobre o automóvel novo que o conterá, transporte, venda, licenciamento, seguro e, até, o penico. Faz enormes lucros sobre a gasolina aqui produzida, mas cobrada com se viesse do Oriente, com as estradas onde não investe, passadas a concessionários com os pedágios mais caros do mundo. Assim, deixa rolar.

Prática ruim porque baseada no princípio da omissão. O governo não testa os automóveis locais antes de seu lançamento, nem os estrangeiros antes de ser importados. Se forem perigosos, azar do contribuinte e do INSS que custeará inatividade, danos pessoais. Isto explica ocorrências inadmissíveis em países sérios, como a omissa lei de proteção ao consumidor, a falta da inspeção veicular, os equipamentos de segurança tratados como opcionais de luxo, as estradas malfeitas, a sinalização ruim, os fracos cursos e exames habilitando motoristas, o policiamento orgulhoso pela aplicação de multas por excesso de velocidade – na maioria das vezes a sinalização e a estrada estejam abandonadas nas proximidades do posto. A atividade policial esquece a obrigação de educar para evitar, preferindo a rentável atividade de multar.


ISSO É QUE É TESÃO DE MOTO...

FINALMENTE UMA FOTO DO CARACOL DA ALEGRIA...

NATAL, O TRAMPOLIM DA VITÓRIA

UMA HORA DE HISTÓRIA E EMOÇÃO EM UM LINDO DOCUMENTÁRIO RETRATANDO UM MOMENTO ESQUECIDO DA HISTÓRIA BRASILEIRA. TIREM UM TEMPO E CURTAM O PASSADO DA AVIAÇÃO NACIONAL E ESTRANGEIRA:


Natal - Encruzilhada do mundo from Becos Produções on Vimeo.

TOYOTA: DO 800 AO 86...

De tempos em tempos a Toyota faz um carro esporte que destoa frontalmente de seus confiabilíssimos utilitários e sedans papai-e-mamãe. Essa tradição começou com este pequeno carro de dois cilindros contrapostos e 800 cm³, de tração traseira e derivado dos veiculos normais do começo dos anos 60, e continua hoje com o GT 86. Divirtam-se!

HOJE É DIA DE ... 2002!





Um modelo original Alpina, dos quais foram feitas dez unidades. Um deles mora em Belo Horizonte:

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O MUSEU DO AUTOMÓVEL EM BRASILIA

100 ANOS DE MOTOCICLISMO NO BRASIL


Srs. amigos Motociclistas,


Estou iniciando os trabalhos para a realização da Exposição 100 Anos de Motociclismo no Brasil, que acontecerá em agosto de 2012 no Rio de Janeiro e Grande Rio, onde faremos duas exposições simultâneas, uma na zona oeste e a outra na Baixada Fluminense.

Convido a todos a participarem deste projeto para que juntos possamos montar elementos fundamentais que farão parte da construção da nossa história.

Iniciaremos os trabalhos com cadastro dos motoclubes e motogrupos que responderem a esse email, em seguida estaremos agendando uma entrevista com depoimentos do representantes do M.C./M.G. motociclistas e apaixonados por
motocicletas. Simultaneamente ao projeto estaremos produzindo um filme documentário com produção da russa ANNA PETROVA.

PARIS: SALON DE L´AUTO 1952 EM FOTOS























sábado, 24 de dezembro de 2011

IDÉIA DE JERICO....

O meu lado Chacrinha – eu vim pra confundir e não pra explicar – me leva, imbuído do espirito natalino, a expor meus bravos correligionários à tentação de fazer uma picape de homem forte, o carro-chefe da Parada do Orgulho HETEROSSEXUAL: uma Silverado com um Detroit Diesel 6V53 de 300 cv, encangada em um câmbio automático Allison de seis marchas usando o manual. Fácil de fazer no BR, já que tudo foi fabricado aqui: um Chevy C150, o motor de muitas máquinas e do Ford 11.000, o câmbio de também outras máquinas. Não deve nem sair muito caro....É a lira do Delirio e tem mais depois...



Um 4/53 de quatro cilindros, ainda mais fácil por aqui, 200 cv fáceis com um som lindo!



O som do 4/53 no trânsito....câmbio manual

UM LAMBORGHINI DE NATAL...

O Lars é dinamarquês ou coisa assim, que trabalha em Barcelona, mas fala claramente em inglês sobre o que ele achou: um Espada em escombros que está restaurando. 

Atenção para  a bomba de óleo elétrica (http://www.pre-luber.com/) que garante mais 75% de vida útil ao motor, como também os adiantos técnicos que ele fez. No final está a explicação de por que só funcionam DEZ cilindros... Aproveitem, pois o V-12 a gasolina está morrendo nas mãos cruéis dos green nazis.

Que Papai Noel ponha um Lamborghini no sapatinho de todos! Buon Natale!





Depois de corrigir a caburação, Lars usa dois tipos de escapamento, 12x1 e 2x6x1. Preste atenção no som da bomba elétrica de óleo antes de ligar e note a qualidade das fundições da caixa de câmbio...



Depois temos aqui um V-12 Ferrari de Gioacchino Colombo, com seu som mais agudo, o Lambo barítono e o Ferrari tenor....



Um BMW V-12:




Um GMC V-12, ou seja, dois 351 V-6 a gasolina encangados....

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

O MELHOR CARTÃO DE NATAL...BMW M5 V10




ALGUÉM ESTIVER PRECISANDO DE IDÉIAS DE PRESENTE PRO BLOG....



FELIZ NATAL A TODOS OS MEUS LEITORES, FIÉIS AMIGOS DAS MADRUGADAS ONDE PENSO EM COMO FAZER SUA CABEÇA. OBRIGADO PELA COMPANHIA CONSTANTE E O APOIO LUXUOSO DE SEUS ACESSOS MULTIPLOS.
QUE ESTEJAMOS JUNTOS REZANDO NA NOSSA IGREJA EM 2012 E QUE PAPAI NOEL PONHA UM M5 NO SEU SAPATINHO...OU EMBAIXO DELE... DO PÉ DIREITO...

O CARTÃO DE NATAL DA BMW....

Saiu no Retrovisiones: mockup de Natal no Museu BMW:


SEXTA-FEIRA É DIA DE BLUES...

BEM SLOW COM MR RAY:



UMA INTERPRETAÇÃO INACREDITÁVEL DE UM DOS TEMAS QUE MAIS GOSTO: SUMMERTIME COM MODERN JAZZ QUARTET:



UMA VERSÃO FANTÁSTICA DE GEORGIA ON MY MIND, EM HOMENAGEM A UMA LEMBRANÇA DE ALGUÉM....



NIGHT TIME IS THE RIGHT TIME...

RÁDIO MAHAR: O BOLERO NA ESTAÇÃO DE COPENHAGUE

NÃO SEI BEM POR QUE, MAS DEPOIS QUE A ORQUESTRA FOI EMBORA E A VIDA CONTINUOU, ME VEIO À MENTE A LETRA DA BANDA DE CHICO BUARQUE...

UM LUGAR MÁGICO, INACREDITÁVEL....

Nada que valha a pena escrever pra casa contando, a não ser o raríssimo Cadillac 1942 no final do primeiro video. E como tem Oldsmobile de 60 a 63.... Mas é legal que isso tenha sobrevivido ao furor do Ferro Velho do começo dos anos 70.


PARTE I



PARTE II

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

MB 125: DOIS VÍDEOS DO MERCEDES-BENZ SL...



Sessenta anos depois do primeiro SL em 1952, e muitos depois do mais recente, já que SL novo leva dez, quinze anos para sair, temos um novo SL QUASE TODO DE ALUMÍNIO. Mais detalhes mais tarde. Por enquanto curtam os vídeos: como ficou belo!!!

ALTA RODA COM FERNANDO CALMON




Alta Roda nº 660 — Fernando Calmon — 20/12/11










OCUPANDO ESPAÇOS







Uma notícia no começo deste mês, vinda dos EUA, chamou a atenção sobre as interpretações conflitantes e certos interesses envolvidos nos vários programas de avaliação de segurança de carros novos (NCAP, em inglês) em torno do mundo. A Fiat gastou cerca de US$ 500 milhões (quase o investimento em um produto novo) para adaptar o subcompacto 500 às leis de segurança dos EUA, diferentes da Europa. Um automóvel muito pequeno tem grande dificuldade em atingir nota máxima, tanto que possui sete airbags, sendo uma bolsa inflável para joelho do motorista (retirada da versão exportada do México para o Brasil).

O teste oficial é feito por entidade do governo americano e o 500 alcançou apenas três estrelas, de cinco possíveis. Outra avaliação, do instituto ligado às seguradoras, aprovou o modelo com nota máxima. Marcus Romaro, engenheiro especialista independente, confirma: “Programas de segurança passiva ao redor do mundo diferem significativamente entre si, seja nas configurações dos testes, nas medições de lesões nos dummies (bonecos instrumentados) e quanto à ponderação da pontuação”.


EGLI VINCENT

PATRICK GODETFAZ AS VINCENT ZERO:




FRITZ EGLI E SEUS DELÍRIOS MOTORIZADOS:

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

DE CARRO POR AÍ COM O NASSER





 edita@rnasser.com.br             Fax: 55.61.3225.5511 Coluna 5111 21.dez.2011


O AUSTRO DAIMLER DO DR PORSCHE





Quem foi ao poderoso encontro de veículos antigos no terceiro domingo de agosto, em pequena praia de cascalho, costa californiana, não se surpreendeu com a votação final – na verdade os critérios do Pebble Beach Concours d ‘ Elegance, este o nome do evento, não são exatamente parametrizados por lógica. Um dos veículos mais interessantes em projeto, constituição, restauração, história, ficou num segundo lugar na categoria de Clássicos Europeus 1925-1931.



O automóvel, Austro Daimler Sports Cabriolet ficou pronto em 1932, vestido com carroceria especial feita por Armbruster K&K Hofwagenfabrik, é considerado o pináculo da tecnologia da época, com motor de seis cilindros em linha, comando de válvulas no cabeçote, 120 cv. Tem o nome de Bergmeister – senhor da montanha, alusão ao bom comportamento de aceleração, capacidade de subida, freios para uso nas escarpas do país. Era construção pela austríaca Austro Daimler, cujo engenheiro-chefe Karl Rabe sucedeu o original Ferdinand Porsche, adotando conceitos deixados pelo criativo agitador das coisas da mecânica, quando comandou e elevou a pequena montadora a referência mundial de tecnologia.



Agora



O Dr Wolfgang Porsche, mais novo dos netos de Ferdinand Porsche, preside o conselho de direção da marca com nome familiar. Comprou o automóvel para incorporá-lo à sua coleção, e o fez não apenas pela importância intrínseca do produto, mas pelos conceitos traçados pela mão familiar, por ser exemplar especial, e por ser austríaco, como o era seu avô.


O NOVO PLANO DE ARRECADAÇÃO VEM AÍ...

O COMPLEXO PUBLICO- PRIVADO DE ARRECADAÇÃO RODOVIÁRIA, QUE É CONTRA A SEGURANÇA DO TRANSITO E A BAIXA DE SEUS LUCROS BILIONÁRIOS, ESTÁ CADA VEZ MAIS SOFISTICADO. AGORA VAI IMPORTAR EQUIPAMENTOS DE UM NIVEL TECNOLÓGICO DE FAZER INVEJA A QUALQUER HOSPITAL PUBLICO - JÁ TENTOU USAR UM? - OU ESCOLA PARA O POVO, QUE PRECISA DE INSTRUÇÃO E SAUDE, NÃO UM APARATO REPRESSIVO DE ENVERGONHAR A GESTAPOALEMÁ OU A NKVD RUSSA... Ê BRASIL!!!! INFRAÇÃO DE TRANSITO NÃO PODE SER FONTE DE LUCRO PARA ALGUNS! ISTO É UMA VERGONHA!!! UMA IMORALIDADEE  INDECÊNCIA!!!!!
O



TREM, JAGUAR E HRD VINCENT....



Uma locomotiva a vapor modelo 1949 foi construida na Inglaterra – aonde mais? – e Jeremias e Cia. foram à luta, apostado corrida nos 640 quilômetros entre Londres e Edimburgo com uma Vincent Black Shadow 1000 capaz de 200 km/h em 1949, e um Jaguar XK 120 Cabriolet, todos os mais rápidos de 1949.

Um teste bem apropriado se o Top Gear estivesse no ar em 1949... Música fantástica de Jean Michel Jarre. Precioso! O vencedor foi o Jaguar por 10 minutos, a Vincent quebrou na estrada e o trem chegou depois de exatas oito horas de viagem a 120 km/h. Quem quiser saber mais e falar inglês pode achar um longo artigo no Wikipedia,
  

Mercedes Brabus 800 cupê BY JLV



A "mercadora de velocidade" (speed merchant) alemã Brabus mostrou pela primeira vez seu mais novo veículo, o Brabus 800 Coupe, no Salão de Dubai no mês passado. Agora, colocou-o no mercado.

Baseado no Mercedes–Benz CL600 cujo quentíssimo V-12 5.5 que ela desenvolveu para o recente SV12R Biturbo 800 foi tornado ainda mais violento, com diâmetro e o curso aumentados, os dois turbos revisados, árvores de comando de válvulas mais fortes, cabeçotes de melhor fluxo. Resultado: 788 cv de potência e 144,8 m·kgf de torque.



OS 50 ANOS DA LAMBRETTA

Primeira Lambretta Standard
No final da Segunda Guerra Mundial a Itália estava mal... a base industrial estava demolida, as fábricas em ruínas e o transporte público, em pandarecos. Foi aí que Ferdinando Innocenti percebeu que sua fábrica de tubos de aço podia fazer uns trocados a mais fabricando um veículo simples, prático e pouco gastador para dar mobilidade ao povo, que precisava muito de algo assim. Foi esse o caldo de cultura da Lambretta, uma motoneta ou como se diz agora, um scooter ao alcance do povo. Em 1947 foi elaborado o primeiro projeto mas o engenheiro autor o desenvolveu sobre elementos estampados de chapa, quando a especialidade da Innocenti eram tubos.


Segunda versão da Standard, a 150 d

Recusado, esse projeto deu origem à Vespa, que saiu no mercado um ano antes da Lambretta. O primeiro modelo era bem simples, mas tinha um ar assim de moto com um quadro tubular que unia um motor de 125 cm³ de dois tempos e 4 cv, o suficiente para andar a 85 km/h e levar duas pessoas. Sua transmissão secundária era por cardã e o elemento elástico da suspensào traseira era uma barra de torção.

O detalhe era ser construída como uma bicicleta feminina, sem barra central para que as moças pudessem usá-la de saia sem ofender a modéstia católica da época, em que moças não usavam calças... compridas.

OFF: LINDO VIDEO DE MUSICA....

E UMA MODELO COM TODA A CORAGEM DO MUNDO....ESPERO QUE CURTAM, ESPECIALMENTE A MUSICA DE ELMARA E OS INDIOS AMERICANOS:

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

A HELIAR DÁ UMA FORÇA...

...a quem tem carro antigo ou sem seguro e lança um serviço de assistência 24 horas por R$16.58 por mês, um valor baixo para o que é oferecido, principalmente por que não tem limite de idade do carro como os seguros de cartão de crédito. Eu mesmo vou comprar pra MAHAVAN, já adulta aos quase 26 anos. Sempre fui usuário de baterias Heliar, muito tempo antes de me patrocinarem, e hoje em dia tenho uma bateria OPTIMA. O nome é bem-aplicado, pois ela fica às vezes quinze dias parada por o solerte editor deste blog de meia tijela estar usando carros de teste, e ela sempre diz sim quando vou lá e pega... Na sequência o release explicando tudo:

HELIAR LANÇA SOCORRO 24 HORAS MAIS, PARA CARRO E MOTO, COM ATENDIMENTO MÓVEL EM CASO DE PANE MECÂNICA E ELÉTRICA



Em caso de pane do veículo ou da motocicleta, deve-se ligar para o telefone 0800 707-0359 e informar o número da apólice e a localização do veículo. Se não for possível finalizar o atendimento, o veiculo será transportado para um local de preferência do proprietário num raio de 200 quilômetros da ocorrência.

Pioneiro no mercado, foi idealizado para atendimento a carros e motos com pane elétrica ou mecânica e sem a cobertura de seguro

AEROMODELOS DE HOMEM....

BIPLANO SUIÇO ENORME:



VALE A PENA VER DE NOVO....

O MELHOR CARTÃO DE NATAL...

O SINCRETISMO POLITICO URUGUAIO....



FOTO DE JASON VOGEL. DE QUEM MAIS PODIA SER?


domingo, 18 de dezembro de 2011

PUNTA TACCO COM ROBERTO AGRESTI






Ferraris, pedágios urbanos e o Japão





No país do Sol Nascente algumas coisas mudaram em 20 anos: há menos trânsito em Tóquio e folclóricos acidentes milionários nas estradas



por Roberto Agresti



Cena de muitos Ferraris batidos numa estrada japonesa ocupou as manchetes recentemente. Realmente trata-se de um fato bizarro, tanto pela quantidade e o valor dos carros envolvidos quanto pela falta total de explicação sobre a mecânica do evento, sobre o que levou carros tão excelentes do ponto de vista dinâmico se embaralharem como cartas numa mesa de jogo, um por cima do outro, cá e lá.

Até mesmo William Bonner, o titular do seguidíssimo Jornal Nacional, se arriscou em um não usual veredito sobre a ausência de mortos ou sequer feridos, dizendo algo como "carro bom, estrada boa, dá nisso". Ouvi também, de uns mais afoitos, o sarcástico comentário de que eram todos velhos japoneses de chapéu os motoristas, alusão a uma velha lenda urbana paulistana que reza que o indivíduo mais perigoso que se pode encontrar ao volante seria um velho japonês de chapéu... Quanta discriminação!

Tal folclórico acidente entre Ferraris aconteceu poucos dias após minha volta do país do Sol Nascente, minha terceira visita ao Japão em pouco mais de 20 anos. Em nenhuma das vezes dirigi nas ruas e estradas de lá, seja carro ou moto, fazendo todos os deslocamentos ou usando transporte público tipo táxi, metrô e trens, ou circulando em vans e ônibus fretados.

REGULARIDADE EM SÃO PAULO HOJE

Manoel Rezende é o campeão da segunda edição do GT Classics


Em Interlagos, corrida de regularidade reuniu 35 ícones da história automotiva mundial e fez parte da programação do Itaipava GT Brasil. Na foto o vencedor, Manoel Rezende, com seu mini Cooper 1.000:


O último domingo (18/12) antes do natal foi de muita velocidade no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O Itaipava GT Brasil levou à tradicional pista paulistana cinco categorias, que se apresentaram para o bom público presente. Entre elas, o GT Classics foi realizado pela segunda vez na história. O vencedor da prova foi Manoel Rezende, que competiu com um Mini Cooper Morris (motor 1.0), fabricado em 1969. O piloto escolheu o tempo de 2min44s e teve apenas um ponto perdido. O co-piloto foi o seu filho, Rafael Rezende, de apenas 14 anos.

Iniciativa da San Diego Motorsports e da organização do Itaipava GT Brasil, a segunda edição do GT Classics reuniu outros 34 ícones da história automotiva mundial. Na relação, verdadeiras "jóias", tais como Ferrari, Corvette, Mustang, Mercedes-Benz, Alfa Romeo, Fusca, Porsche, entre alguns outros que levantaram o público que prestigiou a rica programação da categoria que reuniu carros dos sonhos em Interlagos.



"Optamos por fazer a prova com estratégia de cronometro ao invés de acelerar demais. Marcamos todas as passagens e pontos da pista e conseguimos uma regularidade bastante grande, sofrendo penalização de apenas um ponto ao final da prova", comentou Rafael Rezende. "É uma prova diferente das demais, dentro da programação de uma grande categoria e isso é muito legal", completou o co-piloto campeão.

Com um Puma GT, fabricado em 1977, Adriano Sanches foi o segundo colocado. O piloto teve apenas dois pontos perdidos. A relação dos cinco primeiros foi complementada por: José Roberto Vaz (Mercedes-Benz SL 350, 1972), em terceiro; Eric Darwich (Fusca 1200, 1964), em quarto; e Rodrigo Daprá (Alfa Romeo TI4, 1985), em quinto.


"Estamos melhorando a cada edição, recebendo e estudando as sugestões dos pilotos e colecionadores participantes. Tivemos um final de semana maravilhoso, com bastante gente, muito sol e final de campeonato do Itaipava GT Brasil. Foi muito bom", disse Murillo Cerchiari, diretor comercial da San Diego Motorsports.

Temporada 2012 da Corrida de Calhambeques

SONGA ATACA NOVAMENTE....



será em Franca/SP nos dias 27 a 29 de janeiro

Evento reunirá carros fabricados até 1936

Pense numa corrida inusitada!.

O Pé na Tábua "Corrida de Calhambeques" é uma divertida competição de entretenimento automotivo onde os veículos participantes tem, no mínimo, 76 anos de idade. Clubes de carros antigos de várias partes do país levam seus modelos mais antigos para representar o antigomobilismo regional.

Os carros precisam ser restaurados ?

Não, desde que o veículo funcione o que importa é a diversão.

Serão aceitos apenas veículos originais?

Não, existe uma categoria própria para os modificados.

Na edição de 2011, 35 veículos fabricados até 1936 desfilaram pela pista do Speed Park, na cidade de Franca/SP. Para 2012 são esperados mais de 40 veículos.

Com presença de clubes de carros antigos de cidades paulistas como Ribeirão Preto, Franca, Bebedouro, Jundiaí, Piracicaba, São Paulo, Santos e de outros Estados como Minas Gerais, Paraná e Goiás, o Pé na Tábua atinge 3 regiões e adquire status de evento nacional.

A cidade de Franca, que recebe o Pé na Tábua Corrida de Calhambeques para 2012, é conhecida como capital do calçado, possui uma forte presença na cultura do café e seus restaurantes tradicionais são conhecidos por servirem o famoso prato JK, criado em homenagem ao ex-Presidente Juscelino. Tais detalhes não serão esquecidos na apresentação do evento aos participantes.

Kits de inscrição contará com capacete modelo anos 20.

A exemplo da edição anterior, o Pé na Tábua resgata o período pós eduardiano dos anos 20 e 30. Assim, cada equipe receberá um kit exclusivo contendo as camisas de competidor e um par de capacetes "Ases do volante" que são réplicas dos gorros dos pilotos dos anos 20.

É um evento para toda família.
Serviço:

Pé na Tábua - Corrida de Calhambeques

Data: Dias 27 a 29 de Janeiro de 2012

Local: Speed Park Franca

Realização: A Biela Comunicação & Eventos de Antigomobilismo

informações: corridapenatabua@gmail.com

MULHERES EM POSTOS DE GASOLINA...E CELULARES

Pronunciamento da Shell Oil Co.

Recentemente, após três incidentes nos quais telefones celulares inflamaram gases durante operações de enchimento de tanques de gasolina, a Shell Oil Company emitiu a seguinte advertência:

No primeiro incidente, o telefone havia sido colocado sobre o capô traseiro do carro durante o abastecimento; o telefone tocou, e em seguida, um incêndio destruiu o carro e a bomba de gasolina.

No segundo, uma pessoa sofreu sérias queimaduras da face quando gases se incendiaram conforme respondia uma chamada celular enquanto abasteciam seu carro.

E, no terceiro, um individuo teve seu quadril e virilha queimados conforme gases se incendiaram quando seu celular, que se encontrava em seu bolso, tocou enquanto estava abastecendo o carro.



É muito importante você saber que:

- Telefones celulares podem incendiar combustíveis ou gases

- Telefones celulares, que se acendem ao serem ligados ou quando tocam, liberam força suficiente para gerar energia capaz de provocar uma faísca capaz de iniciar um incêndio

- Telefones celulares não devem ser utilizados em postos de gasolina, ou quando estiver abastecendo cortadores de grama, barcos!, etc...

- Telefones celulares não devem ser utilizados, ou melhor, devem ser desligados, quando houver por perto outros materiais que possam gerar gases inflamáveis ou explosivos ou poeira gasosa (i.e. solventes, elementos químicos, gases, poeira de grãos, etc.)

Em suma, aqui vão as:

Quatro Regras para o Abastecimento Seguro


1) Desligue o Motor

2) Não Fume

3) Não use seu telefone celular -
deixe-o dentro do veículo ou desligue-o

4) Não retorne ao seu veículo durante o abastecimento



Bob Renkes, do Petroleum Equipment Institute, está engajado em uma campanha que intenciona informar as pessoas quanto ao risco de incêndios resultantes da "eletricidade estática" em postos de gasolina. Sua empresa, já investigou 150 casos desse tipo de incêndio.

Os resultados foram surpreendentes:

1) Em 150 incidentes, quase todos envolveram mulheres.

2) Quase todos incidentes ocorreram quando uma pessoa reentrava seu veículo enquanto o bocal da bomba ainda estava bombeando gasolina. Depois de concluído o abastecimento, essa pessoa retornou para retirar o bocal e o incêndio foi iniciado por causa da estática.

3) A maioria dessas pessoas usava sapatos com solas de borracha.

4) A maioria dos homens nunca entra de novo em seu veículo até que o abastecimento tenha sido completamente terminado. Essa é a razão porque os homens raramente estão envolvidos nesse tipo de incêndio.

5) Nunca use telefones celulares enquanto estiver abastecendo seu veículo.

6) São os vapores emitidos pela gasolina que causam incêndios, quando submetidos a cargas estáticas.

7) Houve 29 incêndios em que o(a) motorista entrou de novo no veículo e o bocal foi tocado durante o abastecimento, isso tendo ocorrido em uma grande variedade de marcas e modelos. Alguns desses casos resultaram em danos significativos pra o veículo, para o posto de gasolina, e para o consumidor.

8) Dezessete incêndios ocorreram antes, durante ou imediatamente após a tampa do tanque ter sido removida e antes que o abastecimento tenha sido iniciado.


No caso de haver uma necessidade absoluta de retornar ao seu veículo durante o abastecimento, nunca se esqueça de, após fechar a porta, TOCAR EM UM METAL, antes de retirar o bocal da bomba. Através desse gesto simples, você estará se descarregando da eletricidade estática antes de remover o bocal.

Como mencionado acima, o Petroleum Equipment Institute, junto com muitas outras companhias, está realmente tentando conscientizar a todos quanto a esse perigo. Você poderá obter maiores esclarecimentos acessando < > . Uma vez conectado, clique no centro da tela onde está escrito "Stop Static". http://bit.ly/okCkhd

Eu solicito a você que, por favor, envie essa informação para TODA sua família e amigos, especialmente aqueles que transportam crianças em carros enquanto enchendo seus tanques de gasolina. Se isso ocorrer com eles, talvez eles não sejam capazes de tirar as crianças do carro em tempo de salvá-las

O TELEFONE TOCOU NA HORA ERRADA....

Renkes enfatiza a instrução de NUNCA entrar de novo em seu veículo durante o abastecimento.















































sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O AVIÃO QUE NÃO QUERIA MORRER...

Um caça em missão de treinamento, manobras arrojadas, entra em flat spin, em uma certa altitude o piloto ejeta, o avião se estabiliza, pousa sozinho e intacto (de barriga) em um campo macio e nevado, funciona ainda por mais de uma hora (andando de pouco em pouco, pra surpresa dos transeuntes), até acabar o combustivel. Foi reformado e voltou à ativa. Imagine a explicação do piloto no day after...


UM CARTÃO DE NATAL

Una volta di piú, senza il cuore sportivo saremmo solo macchine! Sugestões de presente de Natal para a Fundação... Muito asfalto e muita gasolina de alta octanagem! Que todos os radares sejam míopes e não os vejam! Felice 2012!
Libertá e Velocitá!!!

ALFA ROMEO GIULIA SUPER 1600 1967
ALFA ROMEO GIULIA GTA 1966
ALFA ROMEO GIULIA TZ2
ALFA ROMEO 2150 "JK" 1970