domingo, 26 de fevereiro de 2012

ARUANDA, 1º CARRO-CONCEITO DO BRASIL, É DESTAQUE NA VELOCULT



Um dos destaques da 3ª Velocult, que se realiza de 28 de fevereiro a 17 de março no Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073, em São Paulo) é a presença do revolucionário Aruanda.
Considerado o primeiro carro-conceito brasileiro, sua história ultrapassa fronteiras. Projetado numa época dominada por automóveis grandes e pesados, e ra uma idéia muito à frente do seu tempo.
No ano de 1963, o jovem Ari Antônio da Rocha, estudante de Arquitetura na FAU-USP, idealizou um veículo de uso urbano, altamente econômico e com a proposta de baixa emissão de poluentes. Ari previa que nas décadas a seguir, as grandes cidades se veriam às voltas com problemas de tráfego intenso e poluição, além do alto preço dos combustíveis fósseis.
Assim foi criado o Aruanda, com espaço para até 3 ocupantes, para-brisa panorâmico, espaço para carga na parte traseira, bancos deslocáveis, volante regulável, ventilação controlada, portas de abertura lateral, painel acolchoado, anel de proteção, peso estimado em 330 kg e dimensões reduzidas (2,40 x 1,70 x 1,40 metro)

EM 16 CANAIS: O SOM DO AUTO UNION E BRM





Não resisti ao Mustang....

BMW: COMO SER MAIS RÁPIDO EM CURVAS...

sábado, 25 de fevereiro de 2012

OS PÔNEIS MALDITOS ATACAM NOVAMENTE....



Eu quero ver o que a Lew Lara vai fazer quando a Ford lançar o motor de tascar balão em dia de S. João na nova Ranger, que vem aí em breve: 200 cv e 3.200 cm³... ou então os benditos PERCHERONS da Dodge Ram: 330 CV em picape de homem...

CAXAMBU ESTÁ CHEGANDO!

VEM AÍ O RALLY DO PARANÁ!

JLV: A LANCHA A HIDROGÊNIO



A MIG 675 da Quimperlé francesa, já deixou claro que sua nova embarcação Luxury MIG 675, uma lancha de 6,7 m por 2,5 m, tem lugar para três pessoas, atinge 112 km/h e produz apenas vapor d’água como escape. 

O mais incrível é que a lancha aparentemente não leva tanques de hidrogênio a bordo, mas produz seu próprio combustível enquanto navega, através de um gerador que ceifa hidrogênio diretamente da água do mar a seu redor – algo aparentemente difícil, a não ser que se queira acreditar em movimento perpétuo. O hidrogênio é usado num motor supercomprimido, de 500 hp, que dá à lancha uma velocidade de cruzeiro de 72 km/h e uma máxima de 112 km/h.

O gerador também aciona todos os aparelhos elétricos a bordo, incluindo um enrolador de âncora, GPS, sonar, câmera de ré, sistema de áudio Alpine, geladeira, mesa retrátil e um sistema de navegação iluminado por LEDs. 

A 675 tem casco em alumínio, pesa 1.300 kg, possui banheiro, chuveiro, interior revestido em couro, piso em teca e convés. Estará à disposição dos interessados a partir da segunda metade do ano a 250 mil euros, ou 330 mil dólares, ou ainda uns R$ 600 mil.



sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

DOMINGO DIA 11 TEM A PRAÇA DE MARÇO

Como é tradicional, o Veteran Car Clube do Rio de Janeiro, o clube mais antigo do Brasil, comemora no segundo domingo de março seu aniversário fazendo a maior reunião mensal na Praça XV, no Centro da cidade. 
Aqui fica nosso convite para que você tenha tempo de revisar seu carro escondido e venha com ele à FUZARCA!



-- 
Veteran Car Club do Brasil
Rua Darke de Mattos, 230 loja A
21051-470 - Higienópolis - Rio de Janeiro - RJ
(21) 3884-5877 - secretaria@veteran.com.br
www.veteran.com.br

ALTA RODA COM FERNANDO CALMON





Alta Roda nº 669 — Fernando Calmon — 21/2/12

MODERNIDADE EM FOCO

Depois de 17 anos apenas com mudanças cosméticas, a S10 mudou para valer. Prevista para ser lançada no início do ano passado (o atraso se deu pelas dificuldades da matriz em 2008/09), a picape média, que lidera o segmento desde março de 1995, amplia sua pegada de mercado. Sem abandonar o enfoque no trabalho rural e no uso por frotistas, nem da oferta do motor flex bem mais barato que o a diesel, deu um passo adiante na versão de topo. Os preços vão de R$ 58.860 (cabine simples) a R$ 135.250 (cabine dupla com todos os opcionais).
Toda nova por dentro e por fora, a S10 herdou um chassi mais moderno, da Isuzu, marca japonesa em que a GM já teve participação societária. Dimensões externas continuam bem próximas ao modelo anterior, mas o desenho da cabine e o rearranjo interno mostram clara evolução. O diâmetro de giro de 12,7 m, que facilita as manobras, teve pequeno ganho, sempre bem-vindo em um veículo, como a cabine-dupla, de 5,35 m de comprimento. Não há mais barras de torção dianteiras, substituídas por molas helicoidais. Isso ajudou no conforto de marcha, apesar dos 1.300 kg de capacidade de carga (versão 4x2).

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

NOVIDADES NO IPI DE ANTIGOS

P


Veículo importado por colecionador para uso próprio é isento de IPI


De acordo com a sentença, para a incidência do imposto em tela na importação de veículo, impõe-se a existência de operação de natureza mercantil ou assemelhada, o que não ocorre na hipótese de importação de bem por pessoa física para uso próprio. "Entendimento diverso importaria em ofensa ao princípio da não-cumulatividade".
A causa foi patrocinada pelo advogado Augusto Fauvel de Moraes, do escriório Fauvel e Moraes Sociedade de Advogados.

  • Processo: 0002581-79.2012.403.6100
Veja abaixo a íntegra da decisão.

DOGFIGHT: SPITFIRE VS BF019


The German from Nick Ryan on Vimeo.

DOMINGO DIA 11 TEM A PRAÇA DE MARÇO

Como é tradicional, o Veteran Car Clube do Rio de Janeiro, o clube mais antigo do Brasil, comemora no segundo domingo de março seu aniversário fazendo a maior reunião mensal na Praça XV, no centro da cidade. 
Aqui fica nosso convite para que você tenha tempo de revisar seu carro escondido e venha com ele à FUZARCA! Devemos ter mais de 300 automóveis antigos!!!



Veteran Car Club do Brasil
Rua Darke de Mattos, 230 loja A
21051-470 - Higienópolis - 

Rio de Janeiro - RJ
(21) 3884-5877 

secretaria@veteran.com.br
www.veteran.com.br

A MAIOR COLEÇÃO DE OPALA DO MUNDO


Será mesmo verdade? Alguém já ouviu falar no Paulo, de Mirassol, que teria nada menos do que 38 Chevrolet Opala à venda? Ao que tudo indica, nos mais variados estados, porém todos com os documentos em dia, no nome do vendedor.

Não temos como confirmar a veracidade dos fatos, muito menos o conhecemos ou o recomendamos, mas dêem uma olhada nas fotos, originalmente postadas pelo próprio vendedor, Paulo de Mirassol,  no Facebook. 

É de cair o queixo e de deixar qualquer Opaleiro entusiasmado — ainda mais se estiver com a conta corrente bem gorda… =) E, se for mesmo verdade, sem dúvida é a maior coleção de Opala à venda no mundo! Mais fotos no Carro e Cultura ( um blog interessante ) AQUI





DE CARRO POR AÍ COM O NASSER



End eletrônico: edita@rnasser.com.br             Fax: 55.61.3225.5511 Coluna 0812  22.fev.2012

O Familiar Fiat Freemont
-É lento, disse vizinho usuário de última série de Ford Explorer e seu grande motor V8.
-Devia ser mais rápido, sentenciou outro, banqueiro que aos sábados dirige Mercedes ML, preparação AMG, em torno de 500 cavalos de força.
-Devia ser igual ao Dodge Journey com seis marchas, resumiu executiva que testou os dois antes de comprar... o Freemont.
–Ainda prefiro um Subaru, encerrou o meu médico – caso de pré- comprometimento com os japoneses.

Escrever sobre automóveis ensinou-me duas medidas de pré- avaliação de sucesso nos que dirijo antes ou ao início das vendas: vidros sujos – é quando os deixo estacionados e, na volta, há manchas de dedos e testas nos vidros indicando curiosidade de estranhos quanto ao interior; outra, demandas de vizinhos e amigos querendo dar uma volta.
Apesar da base descompromissada com ferramentas de pesquisa de mercado e estatísticas, acredite, funciona. Preenchendo ambos os critérios, o Fiat Freemont sinalizava seria bem aceito pelo mercado, e o faz, com fila para entrega, indicando a subavaliação das encomendas pela Fiat à Chrysler mexicana, de onde os traz sem pagar imposto de importação e o recente extra de 30 pontos.

VOCÊ SABE O QUE É UM "BEATER"?

Estas camionetas são muito legais, cool no último... Essa tem tudo de bom, mas com essa aparência de revoltar os polidores...Motor Hemi 6,1 moderno, auto 5 marchas, direção, ar, freios Wilwood modernos, chassi atual com cinco braços na traseira  mas o visual é de época. Do grande K nos detalhes, como as tampas de válvulas do Hemi 1952.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

JÁ VIU UM "DESBIELAMENTO"?

O momento dramático em que a biela decide separar seus destinos do virabrequim e viver sua liberdade de se virar em outros mancais...Ou o cabeçote que se separa do bloco!





terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

VÍDEOS ARGENTINOS DO PEUGEOT 308

Já que fomos esquecidos pela filial brasileira...Mas o carro é interessantíssimo, aliás como todos os Peugeot que conheci.



O detalhadíssimo teste do meu amigo Eduardo Smok, editor de Autos Al Día, um dos melhores programas de automóvel da Argentina:

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

UM SITE MÁGICO

Para passar dias vendo carros de todos os tipos imagináveis e outros não: são mais de 32.000 fotos de carros chamados clássicos, dias e dias, um Carnaval inteiro. Como estou gripado até à alma, este é o grande post do tríduo momesco.
Divirtam-se e comentem: escolham o carro que vocês levariam para casa e chamariam de meu bem...Cliquem:


FLICKAUTOS

domingo, 19 de fevereiro de 2012

OS CARROS DE H.M. THE QUEEN OF ENGLAND


A Rainha saindo do Hipódromo de Ascot em seu recente Bentley, acompanhado  do Rolls-Royce Phantom VI. Ambos têm o teto elevado para permitir o uso de cartolas em ocasiões formais. O Bentley foi um dos únicos dessa marca a ser usado pela Família Real, que quase sempre  preferiu os Rolls e os dois últimos carros do cortejo, as limusines Daimler com mecânica Jaguar XJ6. A pintura de duas cores, preto e vermelho Royal Garnet é o máximo da classe.

O landaulet Phantom é usado em viagens ao exterior.

PERVERSÃO PURA: LIMUSINES CADILLAC

 Um 41 como a do meu amigo Muricy, The Cadillac Man.  





sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

NOVO ALFA ROMEO DISCO VOLANTE





Esta imagem teaser antecipa a Alfa Romeo Disco Volante 2012, que vai ser mosrada pela Touring Superleggera no Salão de Genebra de 2012. Baseada na 8C Competizione e na Maserati Coupe, comemora os 60 anos da montaria imortal de Fangio na Mille Miglia de 1952, quando estava em moda o espaço e se começava a falar em viagens interplanetárias. Daí o nome, que significa Disco Voador.
Foi um dos carros de melhor forma aerodinâmica de todos os tempos dada sua forma, que muitos afirmam ter inspirado o Jaguar E Type, como o Auto Avio 815, a primeira Ferrari, é creditada na inspiração do XK 120. Os oroiginais eram montados em cima de chassis de Alfa 6C300 e 1900, mas o moderno vai ter a plataforma do Maserati V8 de 4,7 litros.


 



LAMBORGHINI GALLARDO BLANCPAIN EDITION

Com dona Diana Spencer dirigindo em Las Vegas.... Que dupla...

MACAN, O TIGUAN DA PORSCHE



Anunciado ontem o novo SUV pequeno da Porsche. Repetindo o imenso sucesso do Cayenne, que tornou a Porsche uma marca de camionetas que vende alguns carros esporte – o mundo está perdido mesmo – a fábrica de Stuttgart anunciou um utilitário esporte que terá motor de quatro cilindros, provavelmente turbo e do tamanho do Tiguan, o extraordinário pequeno SUV da VW, agora oficialmente a casa-mãe.

Se o Tiguan é a maravilha que é (avaliação semana que vem), imagine a versão Porsche....


CHEVROLET CRUZE: NOVOS VENTOS





Muitos foram os anos em que os antigos valores da Chevrolet tiveram que sustentar as vendas da marca no Brasil. Foi um longo período em que tivemos carros bons, como o Astra e o antigo Vectra de suspensão traseira independente. Mas o tempo é implacável e foge entre os dedos do fabricante que não muda no ritmo do mercado. Um mercado que tem carros excelentes como o Focus, o Civic e o Jetta mexicano não é lugar para projetos mais antigos, que sofrem na comparação.

Mas os novos ventos que sopram em São Caetano ficaram mais fortes com o novo produto quase nacional (60%) da GMB nesse saboroso segmento de mercado. O Cruze vem para substituir o Astra e o Vectra, este sonoramente rejeitado pelo mercado por ser pouco mais que um Astra com preço muito superior. Não foi possível incutir no público pagante  a redução de qualidade que aconteceu do velho e fantástico Vectra – com o qual viajei muito ao longos de seus anos no mercado – e assim o novo foi saindo do mercado de mansinho, sem deixar saudade.


O NOVO PORTA-AVIÕES CHINÊS


Foi anunciado recentemente o maior navio de guerra do mundo, um porta-aviões em construção na China. Previsto para ficar pronto em 2014, o novo barquinho usa em seu tamanho descomunal as teorias comprovadas de que um barco em formato de catamarã, ou de quilha dupla, é mais rápido que um comum por ter menos arrasto hidrodinâmico, ou de água (que dá arrasto sim, igual ao ar) e maior estabilidade por ser mais largo. Oa dois cascos estreitos deslizam melhor na água...e o tamanho e as capacidades são uma eficiente força da dissuasão... Enquanto isso, Obama aposta nos aviões sem piloto e nos do tipo Harrier, que decolam e pousam na vertical. Tomara que nuca sejam testados...





quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

DE CARRO POR AÍ COM O NASSER






edita@rnasser.com.br             Fax: 55.61.3225.5511 Coluna 0712  16.fev.2012




Peugeot 308. Ajeitado para ocupar espaços

Charmoso em linhas, espaçoso, maior porta-malas da categoria, agradável no conduzir, rico em conteúdo de confortos, segurança, e interatividade, chega o Peugeot 308.
Tem missão superior ao sucedido 307, que transitou aqui por uma década, tratado como adicional produto de charme. Erro básico causado pela falta de intimidade com o país, resultado do erro estratégico da Peugeot ao não vir na implantação da indústria automobilística. Chegando na leva da abertura dos portos no governo Collor, agiu tibiamente, não renovou a linha de produtos, tossiu, fraquejou, perdeu posições e participação de mercado num período de esperado crescimento. Do 307 a Peugeot vendeu 80 mil unidades em torno de 10 anos. Do 308, com outra postura e foco, quer muito mais: 12 mil nos nove meses de 2012, circa 1.333/mês. E sabe, não poderá deixá-lo tanto tempo imutável em produção pois o sucessor 309 está em testes finais para lançamento na Europa.

ALTA RODA COM FERNANDO CALMON





Alta Roda nº 668 — Fernando Calmon — 14/2/12




FORTES EMOÇÕES

Mais coisas vão mudar nos próximos meses em termos de importação e de produção interna. Apesar do intervencionismo meio atabalhoado do governo federal, um caminho parece aberto para incentivar mais fabricantes no Brasil. A renegociação do acordo automobilístico com o México aponta nessa direção. Aliás, este possui cláusula de saída de qualquer das partes: se decidido, haveria um período de 14 meses durante o qual tudo permaneceria como antes.
O Brasil exportou, de 2000 a 2011, ao mercado mexicano cerca de 1,5 milhão de veículos e importou 500.000. O balanço nos é favorável em US$ 13 bilhões. No entanto, ocorreram mudanças importantes no período. O México possuía uma moeda forte e a nossa havia passado por desvalorização severa. Hoje, o real está valorizado e o peso, enfraquecido.
O fator cambial fica esquecido muitas vezes. Para efeito prático, o imposto de importação, para quem paga, de 35% foi zerado (em termos reais) há muito tempo e se pode considerá-lo até um imposto negativo. Mas, as tolices continuam sendo repetidas, quando se comparam preços.
Na realidade, o Brasil deseja equilibrar o comércio com o México. O intercâmbio livre atual só inclui automóveis e comerciais leves e com dólar a R$ 1,70 as exportações só não pararam porque ficaria muito caro voltar depois. Caminhões e ônibus brasileiros têm que pagar imposto de importação lá e como seu preço é 10 vezes superior a um automóvel pequeno, uma alíquota zerada melhoraria a relação de troca.


A NOVA S10 EM VÍDEO



MAIS ADIANTE, MAIS NOTÍCIAS.

ARAXÁ: SAIU A DATA

Brazil Classics Fiat Show 2012
6 a 10/06, Araxá, MG.
Realização: Veteran Car Club do Brasil - Minas Gerais
Informações:  veteran@uai.com.br

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

LIRA DO DELÍRIO: MIATA V16 BIMOTOR...

Um chassi tubular "vestido" com algumas partes de carroceria de um Miata: No estilo do Bugatti Royale feito alguns anos atrás por Franco Sbarro, o papa do surrealismo automobilístico: Dois motô encangado...



me>

Algo mais civilizado. Com o V-8 Small Block LS1 de Corvette, acelerando com um Ferrari 430:



segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

AGMH EM CAXAMBU: SERÁ EM MARÇO

Amigos:
Pelo terceiro ano consecutivo AGMH estará realizando o "Encontro AGMH de Veículos Antigos em Caxambu-MG".
Será nos dias 16, 17 de 18 de março próximo, e, como nos anos anteriores, os veículos ficarão expostos dentro do Parque das Águas de Caxambu.
É mais uma oportunidade para se desfrutar da agradável cidade de Caxambu, com as suas fontes hidro-minerais, suas belezas de cidqade turística e a hospitalidade mineira, além de proporcionarmos às nossas famílias um fim de semana agradável e mais uma vez levarmos os nossos "xodós" para um passeio mais longo.
Em anexo seguem o regulamento, a programação e a relação dos hotéis com o tarifário. As inscrições poderão ser feitas no nosso sitewww.agmhantigomobilistas.com.br , ou com um dos AGMHs. Para que possamos ter previsão de veículos e pessoas que irão participar do evento, pedimos que façam suas inscrições prévias.
Esperamos todos lá para esta confraternização antigomobilística em terras mineiras.
Um abraço, AGMH Antigomobilistas (Armando).-
PS.: Lembramos que NÃO haverá o "Encontro do Museu do AGMH" neste mês de fevereiro (dia 19/02), pelo fato de coincidir com o domingo de carnaval.




sábado, 11 de fevereiro de 2012

DESERT VALLEY, O PARAÍSO...

Três episódios de um show sobre gente que reza na nossa igreja... Nesses programas eles falam do botão do farol, de cinzeiro, como eu procurei alguns anos atrás pro meu amado Mahalet. Bem traduzido e bem filmado, fala de vidas como as nossas, que vibramos com esses anacronismos rodantes. O site deles é DVAP.COM, um paraíso para quem procura restaurar um carro americano. Divirtam-se!






SEXTA-FEIRA É DIA DE BLUES – TRIBUTE TO JANIS JOPLIN

Uma versão rara de Mercedes-Benz com um 6.3:



Depois o clássico Summertime




A  estréia no Monterey Pop Festival de 1967 com Ball and Chain



Um documentário muito bom a respeito de Janis, the Flower Power Queen:

SEXTA-FEIRA É DIA DE BLUES...

Ry Cooder e John Lee Hooker





A sérvia Ana Popovic, jeitosa e grande guitarra




Um dos grandes momentos do blues: Ray Charles e Willie Nelson:




Obrigado, Ataíde! The bluesman rides again!

DUAS COLEÇÕES....

Música e carros antigos: uma mistura interessante:

FERNANDO CALMON: PERIGO ADIANTE


Uma das causas insidiosas de acidentes é a perda de controle do carro por mudança súbita de aderência do asfalto. Isso acontece em razão de fatores da natureza como chuva, garoa, gelo ou neve. O fenômeno de aquaplaning é um exemplo: o filme de água se forma entre a estrada e os pneus, e estes não conseguem manter o atrito com o solo. Se atingir os quatro pneus, o veículo se transforma num trenó sem controle. Com as chuvas de verão, a atenção deve ser redobrada.
Nos países com invernos rigorosos esse problema se superpõe a outro ainda mais traiçoeiro. Uma fina camada de gelo, praticamente invisível, pode se formar na estrada em dias muito frios, mesmo sem presença de neve. Quando o automóvel passa sobre essa superfície, até em velocidades baixas, não há mais o que fazer, além de rezar.
A fim de enfrentar essas armadilhas do tempo a alemã Continental e outros parceiros europeus se uniram num programa de pesquisas avançada sobre atrito pneus-solo. O objetivo é fornecer ao motorista um sistema confiável de alerta prévio sobre as condições de baixa aderência. O segredo está na fusão e processamento de informações de diferentes sensores de comportamento dinâmico, tanto os novos como os já existentes nos carros modernos.


O SONHO DE ÍCARO: MARTIN JETPACK

O Segway voador, feito por uma empresa centenária de aviação, a Martin: aqui o LINK





sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

ABC OLD CAR COMEÇOU HOJE: NÃO PERCA!




Pelo sexto ano consecutivo o Campus do Instituto Mauá de Tecnologia – localizado na Praça Mauá, 1 (divisa entre São Caetano e o bairro de Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo) está recebendo os Automóveis Antigos originais, Hot Rod e Motocicletas Antigas neste final de semana 10, 11 e 12 de fevereiro, das 9h30 até as 19h00.

Se gosta, tem ou procura um veículo antigo para comprar ou vender, esta será a melhor oportunidade para expor ou fazer negócio que terá ao longo de todo o ano. Além das raridades que estarão sendo apresentadas, o ABC Old Car – Antigos no Campus é uma aula de cultura automobilística com as palestras temáticas apresentadas por especialistas internacionais.

Venha se divertir ou fazer negócio em um ambiente tranqüilo e que oferece toda comodidade possível. Ideal para passar um dia agradável com a família. O custo para visitar a exposição é de apenas 2 kg de alimentos por pessoa que são recolhidos pela Diocese de Santo André para as obras assistenciais que mantém em todo Grande ABC. 

No domingo as motocicletas antigas vão se reunir no primeiro Domingão das Motos Antigas, onde os colecionadores poderão expor suas motos ao longo do dia em local reservado e cercado.

Premiação - A premiação para os melhores veículos em nove categorias (veja no site), além dos Troféus especiais: Jornalista Expedito Marazzi (melhor carro nacional); Melhor Volkswagen da exposição, e ABC Old Show, o veículo mais impactante da edição eleito pelo público visitante, realiza-se no domingo à tarde. 

Para mais informações acesse o site: www.abcoldcar.com.br 

DO PÓ VIESTES....




QUEM GOSTA DE MOTORZINHO....

EM HOMENAGEM AO OGRO DO PLANALTO... 
O sonho dele é ter um motor que tenha escada para subir no bichinho...




O MOTORZINHO DUVANT 9-CILINDROS DA RÉTROMOBILE 2012








O MERLIN V-12 DO SPITFIRE





Uma animação em 3D mostrando um Diesel Rolls-Royce marítimo de rotação média e 9 cilindros, com tampas de válvulas, cabeçotes, comandos e bielas segmentados:





ALTA RODA COM FERNANDO CALMON




Alta Roda nº 667— Fernando Calmon — 7/2/12




ENERGIA COM FIDELIZAÇÃO



As alternativas energéticas estão, de novo, no centro das atenções. E, claro, isso tem muito a ver com o que acontece ou acontecerá nos EUA, de longe o maior consumidor de petróleo. A estratégia dos americanos é chegar ao mesmo objetivo dos europeus de emitir menos gás carbônico (CO2), um dos gases de efeito estufa que poderiam afetar o clima no planeta, mas atuando na diminuição de consumo de combustível. O resultado final, igual. Porém politicamente o discurso do carro econômico é mais palatável.
O tema se tornou tão relevante que o novo presidente da Nada (Associação Nacional de Concessionárias de Automóveis, em inglês), William Underriner, o elegeu como principal preocupação em seu mandato. A convenção anual da Nada, megaevento que reuniu 20.000 pessoas e uma grande exposição de fornecedores de serviços, este ano foi em Las Vegas. Naturalmente, fabricantes de veículos têm participação ativa e seis deles montaram estandes.



quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

DOMINGO TEM VETERAN NA PRAÇA XV!

RUAS E ESTRADAS




DE CARRO POR AÍ COM O NASSER







 edita@rnasser.com.br             Fax: 55.61.3225.5511 Coluna 0612  08.fev.2012




Devagar e sempre, o Programa de Etiquetagem anda

Uma das iniciativas mais corretas na relação entre fabricantes, importadores e consumidores entra na 4ª. edição. É o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, agora ampliando de 67 para 105 modelos inscritos por oito marcas sem receio de se expor ao olho público – Fiat, Ford, Honda, Kia, Peugeot, Renault, Toyota e Volkswagen.
O objetivo do programa é induzir as fábricas a otimizar consumo, o que significa eficiência veicular, através da exibição aos consumidores dos resultados oficiais permitindo-lhes optar racionalmente, por si e pelo cuidado com o meio ambiente. As classificações – uma equivalência veicular do que bem funciona em geladeiras quanto ao consumo – vão da letra “A”, os com melhor consumo a “E”, agressores de bolso e meio ambiente. A medição despreza os cálculos e combustíveis estrangeiros, e a metodologia utiliza a Norma NBR 7024, com cálculos incontroversos convertendo gasolina e álcool em joule, a unidade de energia produzida. Daí chega aos resultados finais, indo à parte prática de exibir valores de quilometragem por litro, por combustível, em estrada e cidade.
Para aproximar os valores obtidos em laboratório estático com a realidade do uso, o Inmetro – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – adotou um fator de ajuste.

O MORRIS DO G. TOSTES POR BOB DICK...


A VOLTA DO MORRIS OXFORD from Roberto Dieckmann on Vimeo.


Gustavo Tostes pacientemente salvou um belo Morris Oxford, achado em Santa Teresa, nas proximidades do Castelo Valentim.

Faltavam peças, mas o nosso Gustavo foi ao Uruguai, desmontou malas, foi confundido com terrorista devido à dobradiça da mala – um item impossível de se achar na Inglaterra, na Austrália e na Nova Zelândia. Só tem no Uruguai.

A inauguração não poderia deixar de ser no Clube do Bondinho e a Triumpho 30 teve a primazia de realizar o primeiro test-drive por motorista não-Tostes.

Um charme, uma bela cor, original de catálogo e do carro, em suma, uma restauração para pautar padrão.