domingo, 31 de julho de 2011

MG: É TEMPO DE AMAR DE NOVO...

A SAIC, maior fabricante chinês, deita e rola na tradição do nome e faz o melhor carro inglês  - ou anglo-alemão - da China:



Mesmo que Cecil Kimber revire na tumba, os BMW de tração dianteira parecem ser bons. A conferir: estão à venda no Brasil.

18º ENCONTRO DE JUIZ DE FORA


BUICK SEDANETTE SUPER 1947: EU DAVA CASA, COMIDA E ROUPA LAVADA...

COMMER INGLÊS 1950


sábado, 30 de julho de 2011

MARLOS ATACA NOVA MENTE...

Marlos Ney Vidal, o primeiro a dar as últimas, mostra em seu site o novo Palio, o projeto 326, que tem uma suspensão traseira melhor que o atual, pois as molas são mais afastadas entre si e controlam melhor os deslocamentos de carroceria. O que vai ser um carro maior e melhor está em detalhes no site dele:




Só queria saber mesmo como vai ficar o Punto no meio desse tiroteio...






RÁDIO MAHAR: TOMMY JOHNSON, THE BOOGIE MAN

Uma das maiores dores de corno que tenho na vida é nunca ter conseguido tocar piano, que adoro, e principalmente assim. A destreza extrema dessa cara me faz vibrar. Enjoy, tela cheia! Contribuição de B. Sharp. 







video

B-29, O MAIOR BOMBARDEIRO DA II GUERRA MUNDIAL



FIFI, o último B-29 voando, ganha novos motores sem o governo dos EUA sustentando a gasolina de 130 octanas do Pratt&Whitney: espetacular! Cada motor tinha quatro fileiras de sete cilindros em formação radial ou seja, 28 cilindros. A cilindrada era 71 litros e  3.000 hp, os mesmos que foram usados nos Constellation mais adiante. Meio quebradores... Sempre uma emoção voltar.


"FIFI" First Flight with New Engines from Hangar Workshop Productions on Vimeo.



Um tripulante que voou 35 missões sobre o Japão em um deles:


A Flight with Charles Chauncey from Hangar Workshop Productions on Vimeo.

RÁDIO MAHAR: TICO-TICO NO FUBÁ ALEMÃO...

video
A Orquestra Filarmônica de Berlim nos brinda com uma magnífica apresentação. Executa a imortal e  mais famosa composição musical de  Zequinha de Abreu. Quem disse que eles não têm ginga? 

sexta-feira, 29 de julho de 2011

A COBRA FLUTUA...

a

O Python Water Car - SITE AQUI -  é o  veiculo ideal para as nossas capitais inundadas no verão. A certeza de chegar em casa e se divertir no fim de semana é movida por um motor V-8 LS6 de Corvette  instalado ao rabo da nave e corta dos dois lados, pois na frente toca um transeixo manual de quatro marchas ligado independentemente às rodas traseiras.


No seu próprio posterior o bom small block V-8 de sete litros liga-se a um hidrojato de bico orientável e reversível para frear n´água. Caracteritica única dos jatos com reversão de fluxo como uma turbina de avião, neles o fluxo pode ser dirigido para frente e segurar o casco.


Para entrar na água é só descer a rampa, colocar o câmbio em ponto morto, flutuar, usar os comandos eletricos para recolher a rodas e engrenar o jato e iupiiiii... Preste atenção no belo som de motor no vídeo. Precinho do bicho pronto FOB Irvine, California: US$ 200.000. Quem disse que o prazer é barato?

90 ANOS DE MOTO GUZZI

A MOTO ALADA

Talvez poucos saibam, mas tenho uma relação especial com a motos de Mandello Del Lario, a cidade ao bordo do Lago de Como, na Itália. Trabalhei durante algum tempo com alguns amigos que resolveram fundar uma importadora de motos e ser representantes da Guzzi. Como era gente do mercado de carros usados importados, não tinham a mínima ideia do que é fazer uma empreitada desse tipo, tanto que trouxeram de cara 25 motos as nem um mínimo parafuso de peça de reposição. Foi uma luta convencer o povo da coisa não poder ir na base da garantia soy jo.... 

350 AURONE; CORTADOR DE PRESUNTO

Fui contratado para ser assessor de imprensa, mas como falo italiano e sou do ramo de duas rodas, ou pelo menos acho, fui assumido coisas adicionais aos poucos e quando vi estava fazendo garantia, pós-venda e estoque de peças, além de lidar com os três concessionários, que nunca acreditaram que a injeção era igual à das Ducati, portanto as peças e os manuais serviam... uma luta...e mal paga...um dia, com o coração partido fui em busca de mais prazer, já que os generosos dois mil reais por mês não eram nem parecidos com o que eu tinha que trabalhar....

quinta-feira, 28 de julho de 2011

ALTA RODA COM FERNANDO CALMON



Alta Roda nº 639 — Fernando Calmon — 26/7/11




PACTO QUE SE ARRASTA




A burocracia e a lentidão são as características de quem cuida do trânsito no Brasil. Em certas decisões o impacto direto na vida dos cidadãos motorizados passa longe de qualquer traço de respeito. Todos sabem que a indisciplina campeia entre motoristas e pedestres, mas o bom exemplo deve vir de cima. Ausência de racionalidade ou exigências estapafúrdias são o caminho certo para mais problemas do que soluções. Multas injustas, por exemplo, alimentam as críticas sobre o interesse maior em arrecadar do que melhorar a segurança.


Uma das maiores incongruências ocorreu quando o Contran regulamentou as informações que devem constar nos autos de infração, deixando omisso a obrigatoriedade de indicar modelo e cor. Marcas mais tradicionais podem ter 20 ou mais modelos entre os atuais e os que já saíram de produção. A regulamentação foi feita depois de denúncias de que multas eram aplicadas apenas com a anotação da placa e as demais características simplesmente copiadas do registro do veículo.

O MÉDICO E O MONSTRO...NO TRÂNSITO

Quanta gente dirige e é assim...um Pateta...

ABC OLD CAR EM S. CAETANO

quarta-feira, 27 de julho de 2011

DE CARRO POR AÍ COM O NASSER




End eletrônico:edita@rnasser.com.br Fax: (61)3225.5511

Coluna 3011 27jul2011


Vectra, Astra e Peugeot 307 no telhado


Estão andando na beirada, caminho único e sem retorno.

O Vectra se despede com produção de série especial Collection; o Astra está programado para sair de produção em semanas; e o Peugeot 307 espera limpar o estoque dos pátios argentino e brasileiro. Seu substituto, o 308 hatch, iniciou ser produzido na Argentina.

No caso dos produtos Chevrolet, varrer o Vectra, sua inexplicável versão GTX, e o Astra para a viela escura do passado, é notícia boa. Bonitinhos porém baseados em plataforma e motores antigos, serão substituídos pelo novo Cruze, com lançamento para outubro.

Não é projeto GM, mas da coreana Daewoo, absorvida pela corporação americana.  Foi revisado pela Opel – a GM na Alemanha. Novo produto, referência principal é utilizar nova motorização, atualizada, em alumínio, significando encerrar a produção dos motores GM 1,8 e 2,0, como todos da linha de automóveis originários do Monza – 1982.


TATRA, O INDEPENDENTE...

A fábrica tcheca Tatra sempre foi a melhor e mais refinada tecnicamente da Cortina de Ferro, fazendo os veiculos mais sofisticados. Os "Porsche 911" de quatro portas serão objeto de um post futuro. Mas aqui mostramos os caminhões militares e por consequência os  famosos modelos de canteiro de obras que têm uma caracteristica incomum: a suspensão traseira e dianteira INDEPENDENTE por eixos oscilantes à  Volkswagen.

Aliás a inspiração para eles veio de Hans Ledwinka, o mestre de Ferdinand Porsche, tanto que a VW alemã pagou um acerto de patente à Tatra nos anos 50 por causa de um projeto de carro popular de Ledwinka muuuuito parecido com o Fusca dos anos 40...Coincidência...

Mas os caminhões têm aderência e capacidade de articulação inéditas, além de modelos 10x10 e até 12x12 para carregar mísseis balísticos intercontinentais (ICBM), só que não achei vídeos desses maiores.

RÁDIO MAHAR: SANTANA E BARBIERI EUROPA

Esse tema fala pra mim de amor, gasolina, asfalto, lugares distantes, deserto e muita, muita velocidade: a liberdade de acelerar sem medo de ser feliz, de amar o motor, sentir seus gemidos e rugidos, de usar o motor como deve ser...Duas maravilhosas versões do mesmo tema...Para ouvir dirigindo, indo para longe, onde o sol se põe...As estradas do norte da Itália que descem para Gênova, a que vai para Livorno pela costa, uma mulher legal a seu lado...Um motor potente, em carro bom de curva.

Sozinho em versão recente:


Com Carlos Santana, o autor, bem mais jovem, nos anos 70:





LANCASTER: 48 CILINDROS, 108 LITROS, 9.600 HORSEPOWER...

The Rolls-Royce Merlin Quartet fazendo o que pode ser o mais belo som de motor do mundo em um avião:


Taxiando:



Decolando:



Voando baixo:

O MOTORZINHO DO CHEVY 55...

Como hoje é dia de motorzinho, o Dia do Dentista, vamos a um carro bem australiano: um Chevrolet 55 com um V-12 Rolls-Royce Griffon com 27 litros e 3.000 cv emplacado e andando na rua...só na Austrália... Os caras levaram dez anos fazendo esse desatino mecânico...Depois eu é que sou maluco... A criança deve ter menos de MEIO QUILO por CAVALO! Peso-potência de homem feito... E corajoso!

RASANTES....COM SOM









EM DIAS DE CALOR O VENTILADOR DO REI DO MUNDO...

terça-feira, 26 de julho de 2011

CAMARO BY JLV

Um Camaro amarelo e ...




Estávamos com seis visitas em casa, de amigos e parentes, quando um deles perguntou o esperado: “Com que carro você está hoje?” Antes de eu poder responder, Vera disse “Um Camaro amarelo.”

Não deu outra: dos seis, quatro se levantaram de suas cadeiras e se dirigiram à garagem, seguidos meio sem graça pelo casal que tinha levantado por último e que normalmente professa não se interessar por automóveis. Sua reação não foi a esperada, por nós e por eles próprios.

“Que coisa linda!”, disse a esposa
 

FAÇA SUAS PRÓPRIAS PEÇAS...

MB125: 10 MERCEDES TOP... E O NASCIMENTO DO AUTOMÓVEL



A GÊNESE DO AUTOMÓVEL "NO" ALEMANHA:

ENCONTRO EM SÃO PAULO


 ESSE PARQUE FICA NA AV ATALIBA LEONEL.


ANACRONISMOS VOADORES

O REINO DOS ALLISON/ROLLS-ROYCE  V-12 E DOS PRATT&WHITNEY: SÓ HÉLICES.




ENCONTRO DO AUTOMÓVEL ANTIGO DE JF REUNIRÁ VERDADEIRAS RADIDADES



Os apaixonados por automóveis antigos já estão na contagem regressiva para o 18º Encontro do Automóvel Antigo de Juiz de Fora, que se realiza de 29 a 31 de julho, no Expominas. Verdadeiras raridades já estão inscritas no evento.


Uma ótima oportunidade para os mais jovens conhecerem os carros das décadas passadas e dos mais velhos relembrarem a época. José Manuel Gaspena Martins vem de São Gonçalo, Rio de Janeiro, trazendo um Uirapuru 4200 GT, de 1966. Também do Rio de Janeiro, Paulo Eduardo Lomba exibe um Porsche Carrera, de 1974.

domingo, 24 de julho de 2011

FOTOS DO RALLY INTERNACIONAL DO CLASSIC RS

FRANZ E NARDI, OS ETERNOS VENCEDORES

ACIMA E ABAIXO OSCAR LEKE, O MAGO DOS DOIS TEMPOS

NOVAS FOTOS DA EXPOCLASSIC NEU HAMBURG

CADILLAC 56

CADILLAC 56

TRATOR FORDSON

MB 125 ANOS: O F-1 MERCEDES NA INTIMIDADE

No hall de entrada da Mercedes foi feita uma instalação artísitca, uma espécie de mobile onde todos os componentes do carro de F-1 de 2011 estão pendurados na ordem em que entram no carro: todos os detqalhes íntimos...
Cada uma das 3.200 peças desenhadas especificamente para o F-1, que compõem o carro, estão ali. Foram mais de 9.000 homens-hora de projeto e 200.000 de execução. Nela foram utilizados materiais como fibra de carbono, titânio, magnésio e alumínio para permitir um peso de menos de 600 kg:  85% do volume do carro é feito em fibra de carbono, mas é só 30% do peso. O chassi, o piso e a totalidade das supefícies aerodinâmicas são feitas desse material muito forte e leve.

A estrutura combina a engenharia com a escultura em forma suspensa...e bela.


----------------------------------------------------------------------------------------





A VISITA AO ACERVO ROBERTO LEE

Realizou-se neste sábado a carreata de São Paulo a Caçapava visitar e levantar atenção sobre os carros antigos que formaram a coleção pioneira no Brasil. Entusiastas de todas as idades compareceram no esforço de apoiar a elogiável iniciativa da Prefeitura dessa cidade do Vale do Paraíba: a recuperação desse acervo inestimável, que pode se tornar uma atração turística e histórica na cidade. Os parabéns do MP ao prefeito, ao Automóvel Clube do Brasil e ao Veteran Car Clube de São Paulo. Vejam o Vídeo:

video

RAM 2500 2011: VOCÊ PRECISA?

Está chegando ao nosso mercado uma picape que vai impressionar muito o povo na rua. Não sem razão foi apresentada publicamente na Feira dos Cowboys em Ribeirão Preto....


Muitos dos compradores nunca vão usar este veículo para o que foi realmente projetado: carregar muito peso e puxar trêileres de DEZ toneladas. Ou seja, se você reboca um barco enorme, um trêiler de moradia pra oito pessoas, uma prancha com um Cadillac 59 de duas toneladas e meia, esse é o seu veículo. Para todo o resto  a Ram é um caminhão em um mundo urbano feito para Gol e Uno. Nunca tente entrar em um estacionamento de shopping apertado. A almanjarra vai entalar e precisar de macaco jacaré para sair...


A Ram 2500 Diesel que vai se vendida no Brasil tem um motor Cummins de 6,7 litros, 24 válvulas e 335  cv ABNT a 3.000 rpm,  bem como  114 kgfm de torque em baixa rotação. Ponto final. O mesmo motor do VW Constellation, onde puxa 40 toneladas de carga, é o ultimo remanescente de seis cilindros nessa classe brasileira, já que o excelente MWM Sprint de seis cilindros da F250 é coisa do passado. Aqui mora a unica oportunidade de ouvir o rico som Diesel em seis cilindros....

EAGLE E TYPE....

O último urro do Leão Britânico. Quando a Union Jack tremulava por todo o mundo: o Reino onde o sol nunca se põe. Zero a 100 km/h em 4,5 segundos, final de 260 km/h e 500.000 libras esterlinas. Totalmente feito à mão pela Eagle E Types, uma empresa especializada em restaurar e atualizar o falo automobilístico que é o E-Type. Aqui começa a comemoração do MaharPress do 75 anos da Jaguar, os 50 do E-Type de Joe Lucas, the Prince of Darkness...Veja o final do belíssimo vídeo com direito a um Jeremias lírico com Spitfires e tudo...God Save the Queen!

sábado, 23 de julho de 2011

MAYBACH ZEPPELIN NA QR EM 1973



Wilhelm Maybach foi um dos engenheiros que colaborou com Gottlieb Daimler na construção de sua fábrica de automóveis, junto com seu filho. Depois de alguns desentendimentos lançou-se sozinho à fabricação de automóveis de grande luxo e alta potência, como esse Zeppelin   brilhantemente analisado por Emilio Camanzi em uma edição da Quatro Rodas de 1973, há quase 40 anos. Dizem que o Emílio ainda tinha até uma vasta cabeleira... O nome do carro era esse por ser o seu motor V-12 de oito litros usado para mover os dirigíveis alemães na época, final dos anos 30, mas os aparelhos eram construídos pela Graf Von Zeppelin, uma outra empresa. O motor V12 doo Zeppelin:


O ocaso desse meio de transporte interessantíssimo aconteceu com um raio que atingiu o LZ 129 Hindenburg quando se preparava para atracar  na base de Lakehurst, perto de Nova York e o gás usado para lhe dar flutuação, o altamente inflamável hidrogênio, tocou fogo no aparelho. Os americanos tinham o hélio, gás inerte, mas não o vendiam aos alemães por questões políticas nas vésperas da Segunda Guerra Mundial. 

O Hindenburg em chamas, 6 de maio de 1937 (marketoracle.co.uk)

Hoje em dia a Daimler AG, fabricante dos Mercedes-Benz, detentora da marca, fabrica sem muita difusão uma limusine de altíssimo luxo que resgata a marca, com um V-12 de 600 cv...

Esse carro já morou no Brasil por muito tempo, mas se foi em busca de pastagens mais verdes. Uma perda para a nossa história. Clique no texto do Emilio para ampliar:



sexta-feira, 22 de julho de 2011

EU QUERO CHEGAR LÁ ASSIM....

Quando dizem que não se fazem mais carros assim...como durou, como é macio e fácil de dirigir....um carro grande e pesado, mas fabricado com tal qualidade...ask the woman who has one: The Packard!



AS ÁGUIAS DE METAL MORAM NO ARIZONA...

Um vídeo extraordinário, inesquecível e com uma música de fundo...

video

quinta-feira, 21 de julho de 2011

ALTA RODA COM FERNANDO CALMON


Alta Roda nº 638 — Fernando Calmon — 19/7/11




NINGUÉM PENSOU ANTES




Fazer uma avaliação do atual progresso técnico e projetar o futuro da mobilidade tem sido uma preocupação recorrente no mundo inteiro. Não chega a ser uma preocupação nova, especialmente na Europa, onde existe uma longa tradição de estudar e divulgar os avanços em motores, segurança passiva e ativa, controle de emissões e, mais recentemente, tráfego inteligente, automação ao dirigir e eletromobilidade.


Uma das empresas que mais utiliza esse tipo de comunicação assertiva é a Bosch. Em Boxberg, Alemanha, a empresa promoveu recentemente o sexagésimo encontro técnico internacional, realizado de dois em dois anos, com 330 jornalistas de 35 países. Embora se saiba que o futuro aponte para a tração elétrica, as dúvidas são recorrentes sobre quando realmente isso acontecerá e quanto tempo haverá de convivência com os motores a combustão, seja de forma independente ou coequipando híbridos convencionais ou plugáveis em tomadas.

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DAS VÍTIMAS DE CARROS ANTIGOS

 
AVICA

Da definição:

§ 1º. A Associação das Vítimas de Carros Antigos, doravante chamada AVICA, é uma associação sem fins lucrativos (por motivos óbvios) que tem o propósito de congregar indivíduos com diagnóstico de Síndrome de Antigomobilite Aguda, doença que se caracteriza pela sistemática aquisição intempestiva e malconcretizada de carros antigos, invariavelmente provocando traumas econômicos e/ou psicológicos nas vítimas.

Da associação:

§ 2º. Poderão ser sócios da AVICA quaisquer indivíduos que tenham transformado a aquisição de um carro antigo em um drama familiar, particularmente aqueles que, em função de uma malfadada aquisição, ou de uma tentativa de restauração ainda pior, passaram a ter dificuldade de relacionamento com a sociedade e apresentam intensos sintomas de depressão pós-compra.

§ 3º. Serão considerados sócios honorários da AVICA todos os indivíduos, brasileiros ou estrangeiros, que comprovarem perda patrimonial igual ou superior a 30 salários mínimos na aquisição de carros antigos, despesa considerada a partir do momento em que a vítima demonstrou interesse pelo que deveria ser um "hobby" e transformou-se em uma tragédia.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

DE CARRO POR AÍ COM O NASSER



End eletrônico: edita@rnasser.com.br Fax: (61)3225.5511


Coluna 2911 20jul2011


Automóveis. O que queremos, mercado ou produção?


Dúvida dos consumidores assumida por jornalistas especializados, em visões opostas, ocupam a mídia impressa últimos dias.


O carro nacional é caro? E é pelos elevados impostos e no Custo Brasil?


Certo para quem marcou as duas respostas.


O veículo nacional é caro, muito, relativamente ao que é e ao que contém. Maioria dos exemplos não escapa da combinação de três itens: plataforma antiga, carroceria idem, motor defasado. Ás vezes, mudança nas latas, saudada pela imprensa de visão tópica como novo produto – caso do GM Ágile, feito sobre o Corsa de 1994!


Projetos mais novos disparam nos preços, como, por citar, os Honda Fit e City. Mas há exemplos outros, como o Ford EcoSport, avaliado como detentor do maior lucro líquido dentre os nacionais, ou o inexplicável pulo de preço do Ford Focus – R$ 10 mil, 25% sobre a tabela anterior.

FERRO VELHO É ARTE....

Tudo feito com com peças de carros velhos, grades, engrenagens, frisos, coisas do arco da velha...
Estes trabalhos são do escultor australiano James Corbett, suas obras são muito valorizadas.
As esculturas são feitas com peças de carros e motos velhas. As peças são limpas e soldadas cuidadosamente.

AVIÕES ESTRANHOS...

Ou qualquer m.....voa....Principalmente os dois primeiros. O que inicia é um cruzador voador que só poderia vir da Mãe Rússia. Imagine o que acontecia quando disparava os canhões...O segundo é um avião de corrida dos anos 30, altamente incontrolável...O terceiro é o aeromodelo de guerra da US Air Force, um bombardeiro radiocontrolado sem tripulação. O último é um Ekranoplane, um avião que voa a três metros da superfície e serve muito no mar, lagos ou nas planícies sem fim da Sibéria.






BH BOULEVARD SHOPPING: OS OUTROS CARROS

ALFA ROMEO 2600 1963

ALFA ROMEO DUETTO 1966

JAGUAR E TYPE SERIES 1 E XK 120 COUPE AZUL